A única coisa boa nos cigarros eram as propagandas que não existem mais…

Há um meses atrás montei um DVD de clipes com as músicas que eram tocadas nas propagandas de cigarro, mais especificamente, os cigarros Hollywood. Fatalmente, no meio desta busca, assisti alguns dos videos das antigas propagandas de cigarro e senti um pouco de saudade, pois na minha infância essas propagandas ainda não eram proibidas. Muitas das boas músicas que conheci me foram apresentadas por estes anúncios. Em veículos de comunicação, a publicidade da insustria tabagista está proibida em vários países. No Brasil, a proibição é desde o ano 2000. Entendo que as belas paisagens, a vida de esportista  e saudável que eram relacionadas ao cigarro resultavam em uma imagem que não é a verdadeira. Pois o cigarro, como toda droga, carrega muitos males e destrói o ser humano, não podendo ser associada com a natureza ou com a vida saudável. Mas que esses anúncios eram interessantes isso ninguém nega.
Um dos anúncios antigos: Conquiste as mulheres ao redor  pelo nariz!

OS ANÚNCIOS EM CARTAZES ANTIGOS

No início, as propagandas esbarravam na inocência da falta de conhecimento dos males do cigarro. Abaixo, trago alguns exemplos destas propagandas. Algumas delas são até consideradas ofensivas nos dias de hoje. Numa da piores, o cartaz traz um bebê que pede para seu pai fumar mais.
 
Neste anúncio 1944, o texto insinua que o cigarro Camel é mais saudável que os outros existentes no mercado com a frase “Médicos fumam Camel mais do que os outros cigarros”. Ainda diz que os cigarros em questão são indicados para as pessoas de alta sociedade e ainda, que esta marca cuida do que os anunciantes chamam de “zona T”, que seria a região da garganta e da boca (Taste and Throat).
 

Alguns anos atrás, qualquer mulher que quisesse parecer moderna e independente estaria com algum cigarro queimando entre os dedos. A marca americana Craven A, anunciava que “minha garganta é mais saudável com Craven A… você pode confiar em sua suavidade e qualidade” pela voz da mulher “moderna” estampada no cartaz.

A Tipalet, mais uma marca americana dos cigarros, fez um trabalho publicitário que gerou mais polêmicas hoje em dia. Num anúncio extramente machista, a Tipalet diz “sopre na cara dela e ela o seguirá a qualquer lugar“. Nesta propaganda a empresa anunciava seus quatro sabores e aromas diferentes.

NOS ANOS 80 E 90:

Em 1944, os cigarros Camel utilizaram uma propaganda de um minuto e oito cenas para convencer os consumidores de que os médicos preferem esta marca de cigarros. Esta propaganda, legendada é apresentada no vídeo abaixo:

No Brasil, as propagandas de cigarro, especificamente os cigarros Hollywood, fizeram muito sucesso. Suas belas imagens contrastavam com as poucas palavras “Hollywood é o sucesso“. Estes anúncios foram tão populares que eram lançados discos com as músicas das trilhas sonoras destes comerciais. Os álbuns eram chamados de Isto É Hollywood – Hollywood Hits. Outras marcas que se destacavam pelos belos anúncios eram Malboro e Free. Os cigarros Hollywood ficaram muito associados ao mundo da música por ter patrocinado várias edições do festival Hollywood Rock. Na sequência, algumas destas propaganda são relembradas para os saudosistas de plantão. Mas lembre-se, FUMAR É PREJUDICIAL À SAÚDE!

Comerciais exibidos nos anos de 1988: A música da propaganda do cigarro 
Hollywood é Did It All For Love do grupo Phenomena II.
COMERCIAIS HOLLYWOOD:  Marca de cigarros nacional que se destacou muito no setor publicitário por suas propagandas que marcaram época na televisão.

 

Alguns comerciais da marca ao longo dos anos.


Comerciais da marca exclusivamente nos anos 80.

COMERCIAIS MALBORO:  Marca de cigarros do grupo Altria. É uma das marcas mais conhecidas da industria tabagista. O nome Malboro deriva da rua onde estava estabelecida a fábrica em Londres: a rua Malborough Street.

COMERCIAIS CAMEL:  Marca americana criada em 1913 pela empresa americana R. J. Reynolds Tobacco Company. Junto a Luck Strike são as concorrentes dos cigarros Malboro.

 

Esta postagem não quer incentivar ninguém ao tabagismo, longe disso. É só uma maneira de relembrar belas obras da publicidade mundial, mesmo aliadas a um produto tão vil como o cigarro.

Anúncios

E aí? Curtiu? Conte-nos o que achou desta postagem, mas seja educado, por favor!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s