VOCÊ DEVIA OUVIR ISTO: New Order, Technique


Dia Indicado para ouvir: Sábado.

Hora do dia indicada para ouvir: oito da noite.

Definição em um poucas palavras: Eletrônico, alternativo.
Estilo do Artista: Eletropop
 
Comentário Geral: O New Order foi uma das bandas mutantes da história da música moderna. Surgiram no gothic rock do Joy Division, lançaram discos com clima melancólico misturando o rock gótico com música eletrônica e definiram como seria a música eletrônica nos anos 90 com este disco, Technique. Até chegar neste divisor de águas, a banda já era consagrada nas rádios de todo o mundo como a banda alternativa mais bem sucedida até aqueles dias, graças a hits como Blue Monday, Bizarre Love Triangle e Temptation, músicas que se tornaram símbolos do grupo inglês nos anos 80. Mas aqui as coisas mudam um pouco. A introdução com Fine Time é totalmente eletrônica e abre um disco que se tornaria um retrato da geração acid house (que seria  uma batida feita com um Roland 303 unido a sonoridade de estilos eletrônicos como o House, Balearic e Techno), imerso em muito ecstasy e LSD. O grande hit Round & Round se tornou um clássico das pistas de dança levando o quarteto de Manchester novamente para a vanguarda da música pop. Ainda pode-se notar traços do passado. Canções como All The Way (a melhor faixa do álbum pra mim), RunLoveless e Guilty Partner carregam traços fortes das canções antigas. Mas é nas canções eletrônicas que o álbum tem seus maiores sucessos. Basta ouvir o lado B do disco com Vanishing Point, Dream Attack Mr. Disco para ver que a partir daqui tudo mudaria no Eletropop.   

Ano: 1989
 
Top 3:  All The Way,  Loveless e Round & Round.
 
Formação: Bernard Summer (vocal e guitarra), Peter Hook (Baixo), Stephen Morris (Bateria) e Gillian Gilbert (teclados)

Disco Pai: Happy Mondays  Bummed (1988).
 
Disco Irmão: Primal Scream   Screamadelica (1991).

Disco Filho: Chemical Brothers  Exit Planet Dust (1995).
 
Curiosidades: A Factory, gravadora que financiava o estúdio, quase decretou falência por causa das festinhas que a banda promovia durante as gravações em Ibiza. Os ingleses preferiam ficar na farra ao invés de se trancafiar no estúdio de gravação.
 

Pra quem gosta de: Balas coloridas, dançar, praia e vodca com energético.

Anúncios

2 comentários Adicione o seu

E aí? Curtiu? Conte-nos o que achou desta postagem, mas seja educado, por favor!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s