VOCÊ DEVIA OUVIR ISTO: 14 Bis, II


Dia Indicado para ouvir: Domingo

Hora do dia indicada para ouvir: Oito da Manhã
 
Definição em um poucas palavras: Classudo, Da Roça, Psicodélico, Sentimental, Som Brasil, Bucólico.

Estilo do Artista: Rock Rural
 
Comentário Geral:  O 14 Bis foi o grupo que melhor construiu o amálgama formado por Beatles, Clube da Esquina e Rock Progressivo. A música dos mineiros pega as melodias e harmonias dos Fab Four e as fazem respirar os ares das montanhas mineiras. Para completar, preenchem a paisagem com pinceladas de rock progressivo brasileiro dos anos 70. Este último elemento é mais que natural, já que Flávio Venturini era oriundo de uma das melhores bandas daquela geração: o injustiçado O Terço, que só lançou dois álbuns , mas dignos de nota. As composições do 14 Bis beberam muito na fonte desta banda, principalmente nas suas melodias mais bucólicas e adicionou o lirismo do Clube da Esquina de Milton Nascimento e Lô Borges – por acaso, o disco pai citado posteriormente. O primeiro álbum, lançado um ano antes deste mostra efetivamente estas observações, mas foi com o segundo lançamento que os fez conquistar o Brasil. Aqui, já mais entrosados e confiantes na originalidade de sua mistura, compuseram harmônias mais ousadas e a tríade inicial com Bola de Meia, Bola de Gude, Caçador de Mim e Planeta Sonho viraram clássicos da MPB e quase um hino das Minas Gerais. Mas nem só de sucessos radiofônicos vive este disco. A instrumental  14 Bis é de uma beleza arrebatadora, com riffs e arranjos de extrema qualidade, Pra te Namorar é de inocente delicadeza inexistente nos dias de hoje, Esquinas de Tantas Ruas é um rock n´roll na melhor definição do termo, com andamento acelerado, riffs e solos rápidos, embasados em nomes clássicos como Stones e Chuck Berry. Esta fórmula mais voltada oa rock ainda é utilizada na faixa que fecha o disco, Pedras Rolantes, só que em ritmo mais cadenciado. E quando pensamos que acabou a genialidade que sai da agulha (ah! o som do vinil), eles trazem a mais linda faixa do disco: Carrossel. Impossível de ser descrita em palavras, talvez seja a canção que mais exalta as influências do grupo de maneira harmônica e concisa. Definitivamente, um baluarte da música mineira.

Ano: 1980.
 
Top 3: Bola de Meia, Bola de Gude; Planeta Sonho e Carrossel.
 
Formação: Flávio Venturini(teclado, violão, bandolim e vocal), Cláudio Venturini (guitarra, violão, flauta, gaita e vocal), Hely Rodrigues (bateria, percussão e vocal, Sérgio Magrão (baixo, violão e vocal) e Vermelho (teclado, violão, baixo e vocal).

Disco Pai: Milton Nascimento & Lô Borges: Clube da Esquina (1972)
 
Disco Irmão: Boca Livre: Boca Livre (1979)

Disco Filho: Skank: Cosmotron (2003)
 

Curiosidades: No auge do sucesso dos dois primeiros álbuns o grupo chegou a fazer uma participação em uma novela como atores. O folhetim era Coração Alado, da TV Globo, onde na qual um dos personagem tinha um conjunto musical .

 

Pra quem gosta de: Montanhas, paisagens bucólicas, manhãs orvalhadas e café-com-leite.

 

Anúncios

E aí? Curtiu? Conte-nos o que achou desta postagem, mas seja educado, por favor!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s