VOCÊ DEVIA OUVIR ISTO: Coldcut, What’s That Noise?

 

Dia Indicado para ouvir: Sábado.
 
Hora do dia indicada para ouvir: Dez da Noite.
 
Definição em um poucas palavras: Alegre, Eletrônico, Festeiro, Drogas.

Estilo do Artista: Eletrônico/Hip Hop/ Avant Garde.
 

Comentário Geral: Sabe aquelas músicas recheadas de samples de canções famosas, onde Dj’s improvisam suas batidas e efeitos e você dança até não aguentar mais em alguma festa ao por do sol? Então, tudo começou aqui! O Coldcut é uma dupla de Dj’s que na década de oitenta remixou clássicos do rock e correram na contra-mão na cena inglesa que investia nas raves e numa sonoridade mais acid house.  O duo Jonathan More e Matt Black preferia se concentrar em sonoridades urbanas típicas do hip hop, ainda esbarrando no trip hop. A criatividade da dupla criou um estilo divertido que misturava todos os cânones da música eletrônica à pedaços de canções de jazz, hip hop e até mesmo spoken words, levemente modificadas por alguns efeitos. Hoje, todos estes elementos são corriqueiros, mas no fim dos anos 80, algo desta forma, do outro lado do Atlântico, era inédito. Logo se tornaram ícones da cena inglesa de música eletrônica experimental, após extrapolar suas fronteiras com o aclamado EP Hey Kids, What Time Is It?. Eles bradavam estar à frente de seu tempo e se utilizavam da coleção da música universal como sua discoteca particular, sem se importar com direitos autorais e foram pioneiros na mais inteligente forma de utilizar samples na música eletrônica. Toda esta sagacidade musical é refletida em cada faixa de seu álbum de estréia, What’s That Noise?. Numa variada coleção de músicas, que transitam num ajuntamento dos mais diversos estilos, as influências mais evidentes se fazem nos grooves pertinentes a uma cena que começava a engatinhar. Ao contrário do que possa parecer, os múltiplos elementos se homogenizam de modo fluido, como na canção pop People Hold On, que traz a participação de Lisa Stansfield,  ou no clássico máximo Stop This Crazy Thing, cujo vocal fica a cargo de Junior Reid, vocalista da banda de reggae Black Uhuru, e nos apresenta um sintetizador analógico com um groove completamente distorcido. Ainda saboreamos um pouco de funk na faixa Smoke 1 e em (I’m) In Deep nos deparamos com um sample de Deep Purple e um espirito que antecipava nomes como Stone Roses e Happy Mondays. Enfim, quer um álbum pioneiro? Ei-lo aqui…

Ano: 1989.

 
Top 3:  People Hold On, Stop This Crazy Thing e What’s That Noise?.
 
Formação: Jonathan More (Dj) e Matt Black (Dj)

Disco Pai: Grandmaster Flash And The Furious Five: The Message (1982).
 
Disco Irmão: Bomb The BassInto The Dragon (1988).

Disco Filho: Chemical Brothers: Exit Planet Dust (1995).
 
Curiosidades: Muitos pensam que o Dj Coldcut é apenas uma pessoa e não o duo britânico. Esta confusão se dá pelo fato de More e Black serem anunciados desta forma para evitar problemas legais de direitos autorais. Apesar de seu início nas inúmeras rádios-pirata que existiam no país, se tornaram as primeiras estrelas da dance music inglesa.  

 

Pra quem gosta dedançar, misturas de estilos, coquetéis coloridos, raves, dormir tarde e balas coloridas. 

 

Anúncios

E aí? Curtiu? Conte-nos o que achou desta postagem, mas seja educado, por favor!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s