ATUALIZANDO A DISCOTECA: Bruce Springsteen, ” Wrecking Ball” (2012)

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

12705413_511793509003564_6396923724066540842_n
Bruce Springsteen: “Wrecking Ball” (2012, Columbia, Sony Music)

Conhecido na música americana como “The Boss”, Bruce Springsteen ficou famoso por seus shows que lotavam estádios e que duravam horas, onde o cantor das mazelas da classe trabalhadora americana ia à exaustão no palco. Com mais de três décadas de carreira, Springsteen vem com mais um álbum que traz elementos clássicos de sua música já nos primeiros minutos. A voz já não tem o mesmo brado revolucionário e juvenil de inicio de carreira, mas a sua identidade esta lá, muito bem aliada à maturidade adquirida com os anos de estrada, compensando este desfalque em um formato de rock bem mais sereno e inteligente, do que combativo. O disco parece mais festivo, mas como se fosse uma festa nas ruas, com operários cantando após um dia de trabalho, onde batem palmas e os pés no chão para marcar o compasso das canções, como vemos nas similares parecidas “Death To My Hometown”, “Easy Money” e “Shackled and Drawn“.

No geral, as canções são muito boas, bem compostas, mas parece faltar certo brilhantismo que acompanhou Springsteen por toda a sua carreira. A bateria segue uma mesma linha por todo o álbum e algumas canções são parecidas. Talvez pelo cantor não precisar provar mais nada a ninguém, compondo o que gosta, não sem a necessidade de ser original e brilhante por todo o tempo, pois sua história discográfica já faz isto por ele, tenha relaxado no dinamismo e variabilidade do álbum.

Destaques: “You`ve Got it,  Easy Money”, uma bela canção, com um arranjo de slide guittar que dá um certo tempero country na melodia perfeita para se cantar junto); “Jack Of All Trades” é uma canção triste, tradicionalmente americana (pra não dizer country) com um arranjo de piano e a voz grave de Bruce entoando uma canção que nos remete ao entardecer cinza de um homem contando as mazelas de sua vida sofrida; “This Depression” é mais uma bela balada, como o próprio nome diz, depressiva, com um forte solo de guitarra; a faixa título resume todo o disco; e “Land Of Hope And Dreams” é uma música característica do cantor e é, com certeza, a melhor do álbum.

Anúncios

E aí? Curtiu? Conte-nos o que achou desta postagem, mas seja educado, por favor!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s