ATUALIZANDO A DISCOTECA: Kegan DeBhoeme, “Songs of Woe” (2015)

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

11896027_455251164657799_2074883084427176219_n-1
Kegan DeBoheme: “Songs of Woe” (2015, Withered River Records)

Sem dúvidas, Kegan DeBoheme lançou dois dos meus álbuns prediletos dos cinco últimos anos. Com o poder de mesclar eras do rock distintas de modo homogêneo e conciso, viajamos por roadie songs, solos que respiram blues e ecos do rock melancólico da era alternativa noventista, tudo emoldurado por elementos harmônicos escuros das décadas de 60 e 70. Apresentando arranjos, riffs e solos esmerados e lapidados, além de linhas vocais seguras e indefectíveis, é impossível passar incólume a canções como “Gone Tomorrow”, “The Valley”, “Lady” e “Operator”, melhor faixa do álbum, numa típica folk-rock estradeira, que nos lembra dos melhores dias de nomes como America, Lynyrd Skynyrd e The Byrds. Este moderno trovador australiano, “possuído pelos sombrios fantasmas sem remorsos dos mares do sul”, se apresenta como um alquimista da sensibilidade musical, transmutando-a em belas canções e oferecendo um dos melhores álbuns do ano!

Anúncios

E aí? Curtiu? Conte-nos o que achou desta postagem, mas seja educado, por favor!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s