ATUALIZANDO A DISCOTECA: Dentro do Alcance, “Dentro do Alcance” (2016, EP)

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

capa-do-ep-por-fernanda-almeida-e-thais-gomez
Dentro do Alcance: “Dentro do Alcance” (EP, 2016, Independente) NOTA:8,0

Esta aí uma banda que consegue manipular inteligentemente os elementos modernos do Rock Alternativo, flertando com o Hardcore, sem cair constantemente no lugar comum da pseudo-fúria controlada que atinge o coração das novas gerações de fãs do estilo, demonstrando alta musicalidade e honestidade artística nestas oito faixas, sendo que três são instrumentais curtas (chamá-las de “vinhetas” é desmerecer seu contexto dentro do trabalho) que entrelaçam os espíritos de cada composição.

A banda surgiu da amizade de três de seus cinco integrantes, que cresceram juntos, compartilharam experiências e conhecimentos, e agregaram novos membros para consolidar a banda no final de 2015, formada por Rafael Cerdeira (vocal/teclado), Samuel Oliveira (guitarra solo), Ronaldo Moreno (guitarra base /backing vocal), Wellington Oliveira (baixo/backing vocal) e Marcel Andrade (bateria),  numa proposta musical ousada, amalgamando cinema, literatura, games, HQs e Rock Alternativo, além de elementos do Post-Hardcore, forjando uma versão moderna e revigorada do Hard Rock, com densidade melódica, atitude e profundidade no discurso.

Confira o belíssimo clipe da faixa “Amaterasu”…

A faixa escolhida como single, e com direito a clipe, é “Amaterasu”, que esbanja melodia e acessibilidade musical se comparada a outras faixas do trabalho, mas resume bem a sonoridade que a banda investe. Uma prova de que é possível transitar por melodias envolventes sem cair na mesmice e na abordagem rasteira. Todavia, aos meus ouvidos, é em faixas como “Âncora” e Ômega” (composições mais energéticas, empolgantes, com guitarras chapadas, cozinha concisa e explosiva) onde demonstram uma melhor performance, num flerte com o Heavy Metal moderno (Ômega” até traz risadas sarcásticas à lá James Hetfield), sendo um caminho que pode render frutos especiais à banda no futuro.

dentro-do-alcance

Amalgamando cinema, literatura, games, HQs e Rock Alternativo, além de elementos do Post-Hardcore, a banda Dentro do Alcance forja uma versão moderna e revigorada do Hard Rock, com densidade melódica, atitude e profundidade no discurso.

“Alfa” abre o trabalho com força melódica, ótimas passagens e versos interessantes, onde já tomamos contato com o timbre vocal peculiar, mas que funciona muito bem no contexto, contribuindo para a construção da identidade de sua sonoridade, que mesmo acessível, vem oxigenada nos arranjos pelo dinamismo instrumental que acaba mascarando  o uso de certos clichês, construindo a mágica que envolve cada vez mais o ouvinte. Esse artifício, longe de ser um problema, reflete a sagacidade dos compositores, que ainda imprimem um requinte despretensioso em seu Rock moderno, principalmente em composições de transição como “Que se Faça Luz”, “Pairando Sobre as Águas” “Presságios Febris”, com guitarras texturizadas, detalhes climáticos e nuances eletrônicas.

Um lançamento auspicioso, que vence o preconceito da velha guarda de admiradores do Rock no que tange às modernidades do estilo, simples e puramente, pela qualidade de sua música. Certamente esta é uma banda que acompanharei de perto!

Anúncios

E aí? Curtiu? Conte-nos o que achou desta postagem, mas seja educado, por favor!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s