ATUALIZANDO A DISCOTECA: Superjoint, “Caught Up In The Gears of Application” (2016)

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Por Ricardo Leite Costa

caught-up-in-the-gears-of-application
Superjoint: “Caugh Up In The Gears of Application” (2016, Housecore Records) Nota:9,0

Que Phil Anselmo é um fanfarrão metido a besta todo mundo sabe, porém, em detrimento de sua capacidade única em proferir baboseiras, temos um sujeito com talento aflorado em produzir música pesada de qualidade. O Superjoint Ritual, indubitavelmente, foi um de seus maiores trunfos enquanto artista. Apesar de tudo, o futuro da banda era incerto. Muitos e muitos anos se passaram, a banda saiu de seu estado de coma induzido, e ressurgiu mais brutal do que nunca em “Caugh Up In The Gears Of Application”, seu mais recente álbum.

A alcunha foi reformulada (agora se chama apenas Superjoint), e a formação também, com a entrada de Jose Manuel Gonzales (baterista / Phillip Anselmo and the Illegals) no lugar de Joe Fazzio e Stephen Taylor (baixo) substituindo Hank Williams III, contudo, o que permaneceu intacto foi a fúria e a urgência nas composições. Na verdade, Phil reuniu os predicados de seus principais projetos e deu vida a um álbum energético, denso e marcante. É perceptível traços de Stoner, HC, Metal e até Sludge, e essa mistura, quando conduzida por mãos hábeis, tende a causar sérias avarias.

superjointband2015_638

O Superjoint traz com esse disco exatamente aquilo que se espera do grupo.

“Caugh Up In The Gears of Application” soa, numa primeira instância, meio difícil, todavia, no decorrer da audição descobrimos seu real potencial. É tudo tão pesado, intenso e inflamado que vai ecoar dias a fio em seu subconsciente. Nosso anfitrião traz do âmago abissal uma interpretação vocal absurda, soando furioso e carismático ao mesmo tempo. Seus companheiros de banda, principalmente o velho escudeiro Jimmy Bower (Eyehategod / Down), parecem revigorados após o longo período de hibernação, promovendo uma destruição sistemática e inenarrável em seus respectivos instrumentos.

O chicote estrala vigorosamente e ininterruptamente no decorrer da audição. São momentos de puro ódio concentrado, transformados em pura e genuína força motriz para o desenvolvimento das composições. Nesse quesito, “Caugh Up In The Gears of Application” se encontra num limiar entre “Use Once and Destroy” e “A Lethal Dose of American Hatred”, portanto, espere pelo selo Superjoint de devastação máxima.

Confira a faixa “Caugh Up In The Gears of Application”…

Anselmo consegue botar os pulmões pra fora e se adaptar a cada faceta extrema de sua personalidade musical, mas parece que no Superjoint, além de mais solto, seu vocal naturalmente se moldou mais grave, quase urrado. Observe na Hardcore “Burning The Blanket” e na mais cadenciada “Ruin You”, cuja pegada é quase Rock ‘n’ Roll. A necessidade por extremidade é latente e facilmente perceptível em “Sociopathic Herd Delusion”, que consegue intercalar momentos Stoner aos moldes de Down, com uma vibe frenética quase Punk/Crossover. Bruta e viajante ao mesmo tempo. Destacam-se ainda “Circling The Drain” e o cacoete noise de “Mutts Bite Too”.

Confira a faixa “Sociopathic Herd Delusion”…

O Superjoint traz com esse disco exatamente aquilo que se espera do grupo. Fãs de Phil Anselmo e de seus infinitos projetos não terão do que reclamar. “Caugh Up In The Gears Of Application” traduz todos os anseios e frustrações do vocalista em música para ouvidos amaciados. Só não queremos aguardar por mais treze anos por outro suspiro do Superjoint. Ainda dá tempo de entrar na famosa listinha de melhores do ano.

Anúncios

E aí? Curtiu? Conte-nos o que achou desta postagem, mas seja educado, por favor!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s