ATUALIZANDO A DISCOTECA: Hansen & Friends, “XXX: Three Decades In Metal” (2016)

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

hansenalbumaugust
Hansen & Friends: “XXX: Three Decades In Metal” (2016, earMUSIC, Shinigami Records)                    NOTA:8,5

Poucos são aqueles que podem se orgulhar de ter criado e renovado um estilo musical e, queiram ou não, Kai Hansen é um destes poucos. Se tivermos que nomear um pai para a forma européia do Power/Melodic Metal certamente o seu trabalho à frente do Helloween e depois com os primeiros álbuns do Gamma Ray será conclamado. Basta pegar tudo o que foi feito no estilo em seus áureos tempos na década de 1990 e conferir de onde vem todo aquele DNA musical. “XXX: Three Decades In Metal” é exatamente uma forma que o próprio Kai Hansen encontrou de comemorar essa história escrita ao longo de trinta anos, à partir do lançamento do clássico “Walls of Jericho” (1985), do Helloween. E qual a melhor maneira de se comemorar algo? Claro, chame os amigos e faça uma grande festa! O que no caso de Kai Hansen, aconteceu no estúdio, registrando novas composições ao lado de amigos, velhos e novos.

3540416700_photo

Para comemorar seus trinta anos de Heavy Metal, Kain Hansen promoveu uma festa com seus amigos dentro do estúdio, que resultou neste álbum autobiográfico, tanto nos versos quanto nos arranjos…

A autobiográfica “Born Free” já anuncia a natureza do trabalho, com adrenalina e sabor de iguaria clássica, esbanjando peso, melodia e letras distantes das fantasias líricas do estilo. Composto por faixas inéditas, o material pesado, colorido por tonalidades modernas, mas delineado pelo estilo clássico, seguirá esta característica autobiográfica não somente nas letras, mas também nas composições, cuja sequência evolui da maneira como Kai Hansen o enxergou desde os primeiros tempos de Helloween, com uma fórmula bem pura, passando pelas peças épicas e teatrais do Gamma Ray, até as modernidades do Iron Savior e do Unisonic. Ou seja, temos uma variedade não só de participações, mas também de abordagens.

 Confira o clipe de “Born Free”…

Neste contexto, Hansen foi muito feliz na escolha dos convidados que comungam de uma bem vinda variedade de estilos e épocas, abrilhantando o trabalho da banda fixa, completada por Eike Freese (guitarras), Alexander Dietz (baixo, do Heaven Shall Burn) e Dan Wilding (bateria, do Carcass), que inclusive participaram da composição das faixas que seguem a padrão estrutural do que Kai Hansen vem fazendo nos últimos anos de sua carreira, onde se destacam, além da já citada faixa de abertura, “Enemies Of Fun” (com Raf Scheepers e Piet Sielck), “Stranger In Time” (com Michael Kiske, Frank Beck, Tobias Sammet & Roland Grapow), “Fire & Ice”  (com Clementine Delauney, do Visions of Atlantis, e Michael Weikath), “Left Behind” (mais acessível e não menos brilhante, com Clementine Delauney e Alexander Dietz), “All or Nothing” (quase um Pop/Metal com brilhante atuação de Clementine Delauney) e “Follow The Sun” (com Hansi Kursch & Tim Hansen).

Entenda que este álbum é uma celebração de um ícone do Heavy Metal, que dedicou uma vida ao estilo, fazendo o que quer, da maneira que quer, pois não tem nada mais o que provar a ninguém, goste você ou não do trabalho! Eu gostei e achei o registro da festa representativo para o acontecimento! Que venham mais décadas produtivas para o mestre Kai Hansen!

Anúncios

1 comentário Adicione o seu

E aí? Curtiu? Conte-nos o que achou desta postagem, mas seja educado, por favor!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s