ATUALIZANDO A DISCOTECA: Hagbard, “Rise of the Sea King” (2013)

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

hagbard
Hagbard: “Rise of the Sea King” (2013, Heavy Metal Rock, Soundage Productions) NOTA:9,0

Quando “Eulogy of Ancient Times”, introdução instrumental, terminar e a imperiosa “Warrior’s Legacy” se apresentar, aquela suspeita advinda da capa de que teremos um Folk Metal pesado, melodioso e consistente, alicerçado sobre o Metal Extremo, com letras que giram em torno de fantasia, folclore e mitologia de diversas culturas, se confirmará. Mas não espere algo festivo e pululante, pois a parcela Folk está muito bem desenvolvida, com as melodias bem exploradas. Não existem amarras na música destes mineiros. A sonoridade é pesada, o clima é épico e bélico, mas existe muito mais nas composições, tornando-as tão grandiosas que fica difícil expô-las em palavras. Mas vamos tentar!

Confira o clipe da faixa “March to Glory”… 

De cara percebemos que os elementos sinfônicos serão utilizados como cama para a essência mais brutal e menos festiva do Folk, mais ainda assim empolgante e contagiante, criando a parede sonora junto com as sólidas linhas de bateria, perfuradas pelas guitarras de Danilo Marreta e Gabriel Soares que desfilam ótimas melodias, com peso e feeling, abusando de vocais fortes, coros imperativos, orquestrações, vocais diferenciados e alta intensidade.

“Berserker’s Requeim”, é um ótimo exemplo deste fato, trazendo ainda belíssimos vocais sirênicos em meio a massa Folk Metal, se credenciando como um dos pontos mais altos deste primeiro álbum da banda mineira Hagbard. E o que dizer da demonstração extrema de bom gosto da faixa “Hidden Tears”? Ambas as composições contam com a participação da vocalista Vitória Vasconcelos.

Uma diversidade de referências reflete muito bem a variabilidade da música do Hagbard neste “Rise of the Sea King”, conseguindo homogeneizar a abordagem festiva do Folk, com a agressividade do Metal épico, forjando um álbum com muita personalidade.

O que mais espanta neste trabalho, é a forma como manusearam os elementos distintos dentro de sua proposta, cujo produto final é muito detalhista, com a utilização de diversos elementos e efeitos, em músicas ricas e criativas, chegando a flertar com o Death Metal em momentos mais brutais e de vocais guturais, como nas vibrantes e multifacetadas “Let Us Bring Something For Bards To Sing” e “Dethroned Tyrant”, ou de aroma feérico mais puro e natural, de flautas e violões, como na belíssima “Mystical Land”, que chega a lembrar os também mineiros do Tuatha de Danann.

Não é segredo para ninguém que o Folk Metal não é um gênero tão difundido em nossas terras tropicais, e extrapolando nossas fronteiras em busca de influências, podemos facilmente citar nomes como Wintersun, Ensiferum, Amon Amarth, Tyr, Eluveitie e, até mesmo, pinceladas de Korpiklaani.

Confira a faixa “Mystical Land”… 

Uma diversidade de referências que reflete muito bem a variabilidade da abordagem do Hagbard, pois têm o Folk Metal como ponto de partida, mas oscilam pelo Metal Sinfônico, Death Metal Melódico e Viking Metal, através de harmonias bem desenhadas, e uma produção límpida, orgânica, e de timbragem perfeita para o estilo, permitindo escrutinar cada detalhe dos arranjos muito bem trabalhados, em cada composição. Seria demais dizer que “Until de The End of Day” é, também, progressiva a seu modo Folk Metal?

Ouça, ainda, “Sail To War” e a efusiva “March to Glory”, e tente não imaginá-las como hinos de batalha saídos dos livros de Tolkien, Robert E. Howard, ou George Martin.

Por fim, o segredo deste trabalho é o equilíbrio. Pois, diversidade sem equilíbrio resulta em heterogeneidade. Mas  “Rise of the Sea King” conseguiu homogeneizar a abordagem festiva do Folk com a agressividade do Metal épico, forjando um álbum com muita personalidade.

Confira nossa resenha para o segundo álbum do Hagbard, “Vortex To An Iron Age”…

Anúncios

1 comentário Adicione o seu

E aí? Curtiu? Conte-nos o que achou desta postagem, mas seja educado, por favor!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s