ATUALIZANDO A DISCOTECA: Luneta Mágica, “NmP Remixes” (2017)

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Luneta Magica - NMP (RMXS) 2017
Luneta Mágica: “NmP” (2017, Tratore) NOTA:8,0

A a mirabolante viagem musical que a banda amazonense Luneta Mágica preparou em seu segundo álbum, “No Meu Peito”, lançado em 2015, foi amplificada neste “NmP Remixes”, um exercício experimental e exploratório das possibilidades e texturas que a música moderna permite.

“No Meu Peito” trazia uma música sensível, moderna e de possibilidades ilimitadas, para ouvidos modernos, corações sensíveis e mentes sem fronteiras, num produto final que a banda não conseguiria desapegar tão facilmente. Neste momento, surgiu a ideia de confeccionar um EP de remixes e convidar artistas parceiros, onde cada um escolheria uma canção para dar a sua cara.

Luneta Mágica - Divulgação 2017 (concepção e colagens Luis da Paz)

“NmP Remixes” é um exercício experimental e exploratório das possibilidades e texturas que a música moderna do álbum “No Meu Peito” (2015) permite, que a banda Luneta Mágica promove ao lado de amigos e parceiros musicais…

No fim, o que seria um EP, virou um álbum com 12 canções que sai pela Tratore, trazendo nomes importantes da cena brasileira da atualidade, como Bonifrate (ex-Supercordas – RJ), Benke do Boogarins (GO), Bike (SP) , Supercolisor (AM), Jonas Sá (RJ), Moyses Vaka (SC), Reptiles (AM), Sergio Pickles (AM), Hoping to Collide With (SP), Mazzitelli (PR) e Bruno Prestes (AM).

A versão de Pedro Bonifrate para a canção “No Meu Peito”, conseguiu ser ainda mais melancólica que a versão original, através de uma cama de efeitos ao melhor estilo Kraftwerk, e linhas de guitarra à lá David Gilmour, desconstruindo com requinte e ousadia as linhas vocais originais, além de inserir enigmáticas spoken words em espanhol.

Confira a versão de Pedro Bonifrate para a canção “No Meu Peito”… 

Essa composição ganhou mais densidade e profundidade, assim como aconteceu com a belíssima “Lembra?”, à cargo de Sérgio Pickles, que mesmo neste conjunto de remixes continua sendo uma das melhores composições do trabalho, quiçá ainda melhor aqui!

Outra faixa que ganhou muito neste projeto foi “Sem Perceber”, se apresentando com mais proeminência entre as composições pelas mãos de Jonas Sá. Sem medo de estar errado, posso afirmar que esta versão, dotada de uma abrasividade intransigente, ficou melhor do que a original, como ainda acontece com a corrosiva e agitada versão do Reptiles para “Mantra”, que me lembrou vagamente o saudoso trabalho musical de Fausto Fawcett.

Confira a belíssima “Lembra?”, à cargo de Sérgio Pickles… 

Ainda dentre os pontos positivos, temos a reconstrução perpetrada por Benke Ferraz, em “Tua Presença”, que ganhou tonalidades ainda mais arrojadas, quase indigestas, assim como acontecerá com a já outrora investigativa “Só Depois”, que pulsa ainda mais as influências de Jean Michel Jarre, e “Acima das Nuvens” que ganhou um sabor folk/pop instigante à cargo do Capela.

Mas, como nem tudo são flores, a variedade de artistas convidados resultou numa óbvia heterogeneidade do projeto, fato que não ocorria no álbum original. Claro que isso não soa como um problema, mas esta consequência direta do formato adotado trouxe uma distância entre a qualidade das faixas.

Confira “Acima das Nuvens”, faixa que ganhou um sabor folk/pop instigante à cargo da banda Capela…. 

Enquanto algumas faixas já citadas soaram até melhores que as versões originais, outras como “Rita”, ou a versão de “No Meu Peito”, por Mazzitelli, se mostraram menores que as versões originais.

Se a versão original de “No Meu Peito” pedia um paladar musical moderno e uma mente aberta, este “remix” especial amplifica ainda mais estes pré-requisitos, conseguindo transpor a barreira da irrelevância, por abordagens interessantes, em sua maioria.

 Confira aqui nossa resenha para o álbum “No Meu Peito”…

Anúncios

1 comentário Adicione o seu

E aí? Curtiu? Conte-nos o que achou desta postagem, mas seja educado, por favor!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s