ATUALIZANDO A DISCOTECA: Concept of Hate, “Black Stripe Poison” (2015)

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Concept of Hate
Concept of Hate, “Black Stripe Poison” (2015, Independente) NOTA:8,5

Se você curte aquela sonoridade pesada, cheia de atitude, construída sobre agressividade e melodia do Thrash/Heavy Metal, dotada de muito groove e marca metálica noventista, então as quatro faixas deste EP da banda Concept of Hate vão te ferver o sangue nas veias.

Oriundo da cidade de Santo André- SP, o quarteto segue a escola de nomes como Sepultura, Pantera, Anthrax, e Cavalera Conspiracy, investindo em andamentos e passagens bem desenvolvidos dentro das composições, sendo impossível não se empolgar com o “Thrashão” vigoroso das faixas “In Human Nature”“Chaospiracy” (de cadencia sincopada), e “Sanity is Not An Option” (o desfecho selvagem do EP).

Confira o clipe da faixa-título… 

Completa o tracklist a faixa-título, responsável por abrir o EP, e que também está inclusa no nono volume da coletânea da Roadie Metal (confira os detalhes aqui), mantendo o bom nível das composições.

Claro que existem pontos que podem ser melhorados, como o tratamento das transições entre as passagens (principalmente quando são inseridos os solos), pois algumas soam um tanto abruptas, depondo contra a fluidez de um estilo que demanda de tanto dinamismo. Este cuidado também pode ser aplicada à técnica instrumental das guitarras, trabalhando melhor os solos. Detalhes que podem ser ajustados com o passar do tempo.

A produção está ótima, e prefiro abordagens orgânicas e honestas como a aqui apresentada, do que as saturações modernas com alto volume, tão aplicadas em álbuns que oscilam entre a velocidade e o peso groovado, onde se encaixa a sonoridade de  “Black Stripe Poison”. 

Com um rebelde espírito punk encarnado, a banda Concept of Hate apresenta enorme potencial em seu Thrash/Heavy Metal de atitude e energético, que carece das pontuais lapidações que todo diamante bruto demanda…

Quanto ao instrumental, isoladamente, é impossível não destacar o trabalho do baterista Takashi Maruyama, que se mostra ousado e inteligente em suas linhas quebradas, se tornando a alma das composições.

Por fim, com um rebelde espírito punk encarnado, a banda Concept of Hate apresenta enorme potencial em sua formatação pesada e energética de Metal, que carece das pontuais lapidações que todo diamante bruto demanda.

 

Anúncios

E aí? Curtiu? Conte-nos o que achou desta postagem, mas seja educado, por favor!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s