NEIL GAIMAN: 3 Livros Pra Conhecer

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

A obra de Neil Gaiman é uma das mais ricas dentro da literatura fantástica moderna, trazendo uma bela mistura de contos de fadas e mitologia, construída por personagens enigmáticos  e goticamente aclimatada.

Tudo bem que algumas vezes ele tangencia o bizarro, mas tudo é feito de forma tão onírica que aceitamos certos surrealismos com parte da trama e uma marca da obra de Gaiman. 

Existe um lirismo inerente à sua escrita mesmo nos momentos mais cruéis e obscuros, principalmente quando insere personagens reais e concretos em ambientes fantasiosos, de uma forma que nos leva a questionar por alguns momentos se estamos realmente vendo o que vemos. 

Seu nome virou sinônimo de alta qualidade dentro da cultura pop, tendo ganhado diversos prêmios por seus trabalhos que incluem mídias diversas, como livros , quadrinhos, filmes, seriados de Tv, poemas e uma ópera. 

Hoje, apresentamos três livros para conhecer a parcela literária, da obra de Neil Gaiman. 

 

1 – DEUSES AMERICANOS

Resultado de imagem para deuses americanos“A saga de Deuses americanos é contada ao longo da jornada de Shadow Moon, um ex-presidiário de trinta e poucos anos que acabou de ser libertado e se descobre sem  lar, sem emprego e sem rumo. Ele conhece Wednesday, um homem de olhar enigmático que está sempre com um sorriso no rosto, para quem começa a trabalhar, embarcando numa viagem por cidades inusitadas dos Estados Unidos, com encontros e desencontros com os deuses — os antigos (que chegaram ao Novo Mundo junto dos imigrantes) e os modernos (o dinheiro, a televisão, a tecnologia, as drogas) —, que estão se preparando para uma guerra que ninguém viu, mas que já começou. O motivo? O poder de não ser esquecido.”

Se eu tivesse que apresentar Neil Gaiman a algum desavisado nos dias de hoje, bastaria dizer o seguinte: “é o cara que escreveu ‘Sandman’ e ‘Deuses Americanos’!” Sobre essa segunda obra, uma mistura de história de estrada, mitologia, deuses, zumbis, fantasia, e crítica social, convergindo de uma forma indireta a um protagonista que acompanha o mundo dos deuses em guerra, ora mergulhando nela, ora assistindo-a de lado, mas sempre como alvo de uma investigação psicológica por parte do autor.

Confira nossa lista de 4 HQ’s para adentrar no universo de Gaiman pela Nona Arte, aqui

 

2 – BELAS MALDIÇÕES

“Segundo as Belas e Precisas Profecias de Agnes Nutter, o mundo vai acabar num sábado. No próximo sábado, e ainda por cima antes do jantar. O que é um grande problema para Crowley, o demônio mais acessível do Inferno e ex-serpente, e sua contraparte e velho amigo Aziraphale, anjo genuíno e dono de livraria em Londres. Eles gostam daqui de baixo (ou, no caso de Crowley, daqui de cima). Portanto, eles não têm outra alternativa senão encontrar e matar o Anticristo, a mais poderosa criatura do planeta. O problema é que o Anticristo é um garoto de 11 anos e, ao contrário de tudo o que você já possa ter visto em algum filme, é um garoto que adora seu cachorro, se preocupa com o meio ambiente e é o filho que qualquer pai gostaria de ter. Além, claro, de ser indestrutível. E, como se ainda não fosse o bastante, eles ainda têm de lidar com o domingo…”

Escrito por Neil Gaiman em parceria com Terry Pratchett (o mesmo que criou o discworld, saiba mais aqui), esta obra traz de volta a diversão para as páginas da ficção, seguindo a escola de “O Guia do Mochileiro das Galáxias”, de Douglas Adams, por vias da fantasia, brincando com clichês e caricaturas, mas sem perder a classe de ambos autores. Um pouco além desse humor do primeiro plano temos críticas quase filosóficas e/ou teológicas sobre a natureza da dualidade bem/mal, livre arbítrio, e religião.

 

3 – LUGAR NENHUM

“Em ‘Lugar Nenhum’, Richard Mayhew é um homem simples de coração bom que tem a vida transformada quando ajuda uma jovem que encontra ferida numa calçada. De um dia para o outro, Richard se torna invisível na Londres que sempre conheceu- não tem mais trabalho, não tem mais noiva, não tem mais casa. Para recuperar sua vida, ele se embrenha em um mundo que nunca sonhou existir, uma cidade que se abre nos esgotos e nos túneis subterrâneos- a chamada Londres de Baixo, em que personagens únicos e cenários mirabolantes fazem a Londres de Cima parecer uma mera paisagem cinza. Com muita ação, um bom humor peculiar e evocações sombrias de um mundo fantástico”

Poderia, neste terceiro lugar, ter colocado “Filhos de Anansi”, mas acho que “Lugar Nenhum” tem sua parcela de importância dentro da obra de Gaiman que vai além de ser seu primeiro romance. Aqui, o autor retomou, por vias mais obscuras e urbanas, o surrealismo onírico de “Alice No País das Maravilhas”, desta vez inserindo um adulto no protagonismo da narrativa. Aqui, a construção de seus personagens brinca com estereótipos, e a trama tem a fluidez necessária para ser tão sedutora quanto enganadoramente inocente.

MENÇÕES HONROSAS: Dentre os livros que poderiam ter entrado na lista, temos “Os Filhos de Anansi” (onde Gaiman retoma parte da ideia de “Deuses Americanos”), “Coisas Frágeis” (dois volumes de contos imperdíveis), “O Oceano no Fim do Caminho” e “Stardust”.

Anúncios

E aí? Curtiu? Conte-nos o que achou desta postagem, mas seja educado, por favor!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s