VOCÊ DEVIA OUVIR ISTO: Proposta da Seção.

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Infelizmente, não podemos ouvir tudo o que é lançado no mercado fonográfico!

Mesmo se não fizéssemos mais nada na vida a não ser ficar ouvindo discos, não conseguiríamos realizar esta façanha.

Então, sempre buscamos indicações do que vale a pena ouvir. Esta seção do site traz esta proposta: indicar grandes discos, clássicos ou não, que trazem alguma contribuição para a música ou que simplesmente leve diversão a quem os ouve.

Certamente os discos que aqui estarão irão refletir o nosso gosto pessoal que é bem variado dentro que podemos classificar como música de qualidade. 

Pretensões à parte, a fórmula para um álbum figurar nesta lista é ter sido oficialmente lançado. Nada mais!

Lógico que grandes discos estarão aqui, mas não necessariamente estarei me apegando ao melhor do que foi lançado por uma banda. Por exemplo, posso indicar o álbum “Incesticide” do Nirvana ao invés de indicar os clássicos “Nevermind” ou “In Utero”

A abordagem será diferente! Não trarei resenhas normais com o comentário sobre o disco como geralmente é feito. Todas as postagens terão um mesmo molde:

  • Dia Indicado para ouvir: Cada dia disco é melhor compreendido no dia ideal para ouvi-lo.
  • Hora do dia indicada para ouvir: Cada dia disco cabe melhor em certas horas do dia.
  • Definição em poucas palavras: Tentarei definir cada um dos álbuns em algumas expressões, para aqueles ouvintes que não gosta de ler nem placa de trânsito poderem identificar o tipo de disco em questão.
  • Estilo do Artista: Definição do estilo do autor do álbum.
  • Comentário Geral: Um comentário/resenha dando um panorama do álbum.
  • Ano: Ano de lançamento do disco.
  • Formação: formação da banda que gravou este disco
  • Top 3: Três músicas destacáveis neste álbum, não necessariamente hits.
  • Disco Pai: Cada artista se inspira em alguma obra já existente para compor a sua pérola. Daremos uma dica qual álbum podemos observar as principais referências do título indicado. Ou simplesmente vamos pegar um álbum com as mesmas características, ou tenha alguma ligação com o álbum indicado, e que tenha sido lançado anteriormente.
  • Disco Irmão: Um disco que tenha saído mais ou menos na mesma época e que tenha similaridades com o disco indicado.
  • Disco Filho: Assim como o álbum indicado foi inspirado por outro lançamento predecessor, o nosso indicado também pode ter inspirado outra obra. Qual obra é esta? Além disso, neste espaço serão indicados alguns álbuns comparáveis à indicação principal, lançados posteriormente a este. 
  • Curiosidades: Alguns fatos interessantes a cerca desta obra.
  • Pra quem gosta de: Perfil descompromissado de preferências de quem poderá gostar deste disco.

Dando crédito aos reais criadores desta proposta, gostaria de dizer que me inspirei muito numa publicação intitulada “100 Discos que Você Precisa Ter… Pra Não Passar Vergonha”, uma edição especial da revista ZERO, capitaneada por Luiz Cesar Pimentel e publicada pela Editora Escala. Sempre achei que essa edição merecia uma continuação e resolvi dar prosseguimento nas indicações aqui neste espaço.

Confira todas as nossas indicações aqui e divirta-se…

Anúncios